miércoles, 18 de marzo de 2009

Zeca Alfonso - É para Urga

EU VOU SER COMO A TOUPEIRA

(...)Em 1972 jogava-se ainda, com a censura, ao jogo de gato e do rato. Mas o Zeca, mais imaginativo, substituiu o rato pela toupeira, mais subterrânea, menos visível e sempre imprevisíel.

(...)En 1972 se luchaba todavía con la censura, al partido de gato y del ratón. Pero Zeca, más imaginativo, substituyó el ratón por el topo, más subterráneo, menos visible y siempre imprevisible.

Quisiera con este video realizado con la canción “É para Urga” incluido en el CD “EU VOU SER COMO A TOUPEIRA”, hacer mi pequeño homenaje en recuerdo del cantautor portugués José Alfonso (Zeca Alfonso) por haber sido un hombre integro.
[Dedicado a São Bonza]

É para Urga

Que a gente vai

Em Urga caminho

Caminho pr´a lá

Em Urga os bandidos

Não me hão-de apanhar

Eu hei-de vencer

Eu hei-de vencer

Entre mim e Urga

O deserto que houver

Em Urga recebo

A maquia e então

Vou tira proveito

Do meu ganha pão

É para Urga

Que a gente vai

Em Urga caminho

Caminho pr´a lá

Em Urga os bandidos

Não me hão-de apanhar

Eu hei-de vencer

Eu hei-de vencer

Entre mim e Urga

O deserto que houver

Em Urga recebo

A maquia e então

Vou tira proveito

Do meu ganha pão